quinta-feira, 11 de março de 2010

Capitães da areia

" A boa intenção não desculpa os maus atos " ( Cônego, Padre )

" E, no dia em que ele fugiu, em inúmeros lares, na hora pobre do jantar, rostos se iluminaram ao saber da notícia. E, apesar de que lá fora era o terror, qualquer daqueles lares era um lar que se abriria para Pedro Bala, fugitivo da polícia. Porque a revolução é a pátria e uma família. "






No começo achei a leitura cansativa, continuei lendo porque a professora de frances disse que o final era muito lindo. Realmente vale a pena ler, e aprender a ver as coisas por outro ângulo.

Nenhum comentário: