quinta-feira, 25 de novembro de 2010

O Vendedor de passados - José Eduardo Agualusa II

" - Ainda tremo de cada vez que ouço alguém dizer edredom, um galicismo hediondo, em vez de frouxel, que a mim me parece, e estou certo que você concordará, mas já me conformei com sutiã. Estrofião tem uma outra dignidade histórica. Soa, todavia, um pouco estranho
- não concorda? "

4 comentários:

Anônimo disse...

só concordo, pq ela me explicou! kkkkkk Jefhows ☺

Amanda Vieira Borges disse...

:P

Tbm concordo!

Eu nunca disse adeus.. disse...

kkkkk
Você é fera.
Ela lê livro em que o narrador é uma lagartixa
;P

Amanda Vieira Borges disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK'

Só eu mesmo em...