quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Crepúsculo

(filme na tv)
(...)

Edward:
- Não basta só ter uma vida longa e feliz comigo?

Isabela:
- Basta. Por enquanto.
______________________________________
Amanda:
- Ridículo!

Aline:
- Para, você está com inveja!

Amanda & Aline:
- KKKKKKKKKKKKKKKKKKK'

sábado, 25 de dezembro de 2010

Caio Fernando Abreu


" Vai menina, fecha os olhos.
Solta os cabelos. Joga a vida.
Como quem não tem o que perder.
Como quem não aposta.
Como quem brinca somente.
Vai, esquece do mundo.
Molha os pés na poça.
Mergulha no que te dá vontade.
Que a vida não espera por você.
Abraça o que te faz sorrir.
Sonha que é de graça.
Não espere.
Promessas, vão e vem.
Planos, se desfazem.
Regras, você as dita.
Palavras, o vento leva.
Distância, só existe pra quem quer.
Sonhos, se realizam, ou não.
Os olhos se fecham um dia, pra sempre.
E o que importa você sabe, menina.
É o quão isso te faz sorrir. E só. "

(Caio Fernando Abreu)

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa XII

" As coincidências, meu amigo, produzem assombro da mesma forma, e com a mesma distracção, com que as árvores produzem sombra. "

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa XI

" - Abomino a mentira porque é uma inexactidão. "

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa X

" - Ela possui um talento raro: é capaz de manter acessa uma conversa sem quase participar nela.
Depois o meu amigo regressou a casa e disse-me:
- Conheci uma mulher extraordinária. Ah meu caro, faltam-me as palavras certas para a definir - tudo nela é luz!
Achei um exagero. Onde há luz, há sombras. "

Mensagem natalina .

Fiquei muito surpresa e muito feliz com todas as mensagens e ligações que recebi até agora.
Mas uma mensagem me chamou muita atenção, era bem engraçada, mas não deixava de ser verdadeira. Em sumo dizia:
'Bom, eu sei que você odeia o natal, mas mesmo assim um feliz natal pra você' (...)
Não estava escrito exatamente isso, mas o significado foi esse.
A primeira coisa que pensei foi:
' - Bem, ele me conhece realmente! '
Então você que esta ai do outro lado da telinha, lendo esse texto de uma menina que parece doida, pensa: PORQUE ELA NÃO GOSTA DO NATAL?
E eu venho lhe explicar, Caro leitor.
O natal é uma comemoração onde - a intenção é - relembrar o nascimento de Cristo. Porém como todos nós já sabemos, o ser humano utilizou dessa comemoração, para fazer das pessoas um grupo de massa consumista!
E me pergunto eu, o que um velho gordo, de barba branca tem a ver com essa comemoração? Me soa estranho pensar que ele só aparece uma vez no ano, quando você foi bom durante o ano todo, ele vem e lhe dá uma bicicleta de presente, junto com umas balinhas. - Velho folgado - E você inocentemente faz a proeza de se sentar ao colo dele. Agora me pergunto eu, Como você senta e confia em alguém que só vê uma vez ao ano?
O natal é uma época onde pessoas que passam por você todos os dias sem olhar na sua cara, param e com toda simpática te desejam feliz natal, e saúde pra sua família. Ou seja, uma época em que a falsidade reina. É uma reunião de pessoas hipócritas que se abraçam bêbadas.
Enfim cheguei onde queria, natal é a época em que pessoas bebem, matam pessoas no transito, ficam fora de si, se matam, - fora que os sóbrios tem que aguentar esse povo todo. - E dizem estar comemorando o Nascimento de Cristo.
O que será que Ele diria dessa comemoração?
É por essas e outras que odeio o natal. Não me leve a mal!
Agora, se você me permite, gostaria de te desejar um FELIZ NATAL!
Que o seu seja melhor que o meu.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa IX

" A minha mãe estava sempre ao meu lado, uma mulher frágil e feroz, ensinando-me a recear o mundo e seus perigos inumeráveis.
- A realidade é dolorosa e imperfeita -, dizia-me: - e essa a sua natureza e por isso a distinguimos dos sonhos.
Quando algo nos parece muito belo pensamos que só pode ser um sonho e então beliscamo-nos para termos a certeza de que não estamos a sonhar - se doer é porque não estamos a sonhar. A realidade fere, mesmo quando, por instantes, nos parece um sonho. Nos livros está tudo o que existe, muitas vezes em cores mais autênticas, e sem a dor verídica de tudo o que existe.
Entre a vida e os livros, meu filho, escolhe os livros.
A minha mãe! A partir de agora direi apenas, A Mãe.
Imaginem um rapaz correndo de moto numa estrada secundária. O vento bate-lhe no rosto. O rapaz fecha os olhos e abre os braços, como nos filmes, sentindo-se vivo e em plena comunhão com o universo. Não vê o caminhão irromper do cruzamento. Morre feliz. A felicidade é quase sempre uma irresponsabilidade. Somos felizes durante os breves instantes em que fechamos os olhos. "

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa VIII

" Tenho sido feliz depois disso,' inclusive agora, neste pequeno corpo a que fui condenado, enquanto acompanho, num ou noutro romance medíocre, a felicidade alheia. Na grande literatura são raros os amores felizes. E sim, ainda agora leio. "

domingo, 19 de dezembro de 2010

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa VII


" Simpatizo com paixões impossíveis. Sou, ou fui, um especialista nisso. "

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa VI

" Nunca me distingui pela coragem. Talvez por isso sempre fui atraído pelo destino tumultuoso dos heróis e dos rufias. Coleccionei navalhas de ponta e mola. Alardeei, com um orgulho de que hoje me envergonho, nas façanhas de um avô general. Fiz amizade com alguns homens valentes, mas isso, infelizmente, não me ajudou. A coragem não é contagiosa; o medo, sim. Félix sorriu ao compreender que o meu terror era maior, e mais antigo, do que o dele. "

sábado, 18 de dezembro de 2010

Uma comu. - Orkut

Ele: Eu sonhei com você.

- Então ela fica sem jeito.

Ela: Sério? Ah, então, me conta como foi!

Ele: Eu não lembro…

- Silêncio...

Ela: Então como sabe que sonhou comigo?

Ele: Eu acordei feliz.

Num passa tempo que eu amo.
Meus Olhos brilharam!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O tempo e o seu poder.

Por onde não a caminho, cria-nos destino.
Nos coloca no lugar certo no tempo certo, mas nem sempre acerta.
Pode atrasar um momento, pode adiantar a situação.
Pode ser interminável ou oportuno.
É sempre o mesmo.
É o que estará conosco a daqui dez anos, e o que estava conosco a dez anos.
Ele me acompanha. Te acompanha. Nos acompanha.
Não importa o lugar ou muito menos a situação, ele sempre está.
Alias, a verdade é que, é ele mesmo que nos leva, nos dirige. Traça nossos rumos.
Para melhor ou não!
Um companheiro, sempre, constante. Irreal. Verdadeiro. Presente, Passado, Futuro.
Instantes, momentos, segundos, pensamentos, acontecimentos, fatos, mitos?
Uma palavra para o descrever?
Eu diria:
SEMPRE.
Um de muitos companheiros. Ou de poucos amigos.
Atrevo-me a dizer talvez a única companhia no ultimo suspiro.
Quem tem o poder de nos levar? nos trazer?
Retardar? Acelerar?
O tempo? o vento? a voz?
Qual de nós? .
Num descuido.
- Errar.
- Quebrar a cara!
Agradecimento?
Recomece ,
Por favor, crie seu próprio destino.
- o tempo e o SEU poder -

Minha vida - Rita Lee

Tem lugares que me lembram
Minha vida, por onde andei.
As histórias, os caminhos
O destino que eu mudei...


Cenas do meu filme
Em branco e preto,
Que o vento levou
E o tempo traz
Entre todos os amores
E amigos
De você me lembro mais...

Tem pessoas que a gente
Não esquece, nem se esquecer
O primeiro namorado,
Uma estrela da TV,
Personagens do meu livro
De memórias,
Que um dia rasguei
Do meu cartaz.
Entre todas as novelas
E romances
De você me lembro mais...

Desenhos que a vida vai fazendo
Desbotam alguns, uns ficam iguais
Entre corações que tenho tatuados
De você me lembro mais
De você, não esqueço jamais...

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

amg .


Hoje estava me lembrando...

Enfim mexi no nosso velho baú de recordações. Vi nossos momentos juntos, e o sentimento de amizade verdadeira encheu meu coração. Eu ali, no chão com velhos cadernos, ri sozinha. As nossas recordações me fizeram companhia durante todo esse tempo, a TODO TEMPO!
Eu nem me lembro como mas você entrou na minha vida. Eu sei que a muito tempo estudamos juntos, e somos amigos. Mas aquele momento que o mundo para porque achamos aquela pessoa especial já não está, em minha fraca memória.
Ele me ajuda a aprender o que é viver, o que é a vida.
Me ensinou que a vida continua sempre, e que não podemos simplesmente esperar que o destino aconteça, Melhor é fazer o nosso próprio destino!
O passado nunca é uma nova direção. Mas eu amo que você tenha feito parte dele. Espero que permaneça sempre esses bons momentos na memória que ainda nos resta, e que a cada dia tenhamos bons momentos, para rir como, quando você me carregava pra todo lado, no colo, na escola. E que nossas aventuras sejam sempre construtivas.
Afinal somos bons aventureiros!
Teamoamg .
Porque de meros conhecidos, o mundo está cheio!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Vai ser pra sempre - Quatro por um

Quando te olho hoje
Até que foi de repente
A gente Ter se encontrado
Me deixou tão contente
Como é que você pode dizer
Tantas coisas em um olhar

Mas só quem ama escuta o que as palavras não falam
Só quem ama entende o que as rosas exalam Agradeço a Deus a chance de Ter você
Sempre ao meu lado

E te amar vai ser pra sempre e te querer eternamente
Eu sei que nada vai nos separar
Pois sempre vou estar do teu lado
E para sempre te amar

Quando te olho ontem
Sinto que valeu a pena
Ter te esperado apesar dos problemas
Como foi difícil por tantas coisas tivemos que passar

Mas só quem ama entende que o amor tem seus passos
E que nada na vida acontece por acaso
Agradeço a Deus a chance de ter você sempre ao meu lado

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Oh!


- Quisera eu saber quão grande são os Teus planos para mim! -

domingo, 5 de dezembro de 2010

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa V

" (...)
Algo, da mesma natureza poderosa das metamorfoses, vem operando no seu íntimo.
(...)
Podem argumentar que todos estamos em constante mutação. Sim, também eu não sou o mesmo de ontem. A única coisa que em mim não muda é o meu passado: A memória do meu passado humano. O passado costuma ser estável, está sempre lá, belo ou terrível, e lá ficará para sempre.
(Eu acreitava nisto antes de conhecer Félix Ventura.) "

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa IV


" Os meus sonhos são, quase sempre, mais verossímeis do que a realidade. "

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa III

" O pior pecado é não amar. "

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

É o fim de ano


Vão se aprontando, as luzes estão prestes a acender e iluminar a cidade.
Sem duvida o ultimo dia desse ano será maravilhoso, e temos quase certeza que cairá chuviscos para lavar nossa alma pro ano que virá.
Haverá festa, comida e gente bem arrumada. Haverá esperança, e projetos pros dias que passarão cada vez mais rápido.
Para baixo das estrelas haverão fogos de artifícios para ajudar a iluminar a noite estrelada, fixando os olhos neles faremos muitos pedidos, principalmente para que haja amor. Encerraremos os pedidos, e daremos um longo beijo naqueles que amamos.
Voltaremos a festa onde a grande maioria estará de branco. - Dizem que estar de branco na virada do ano ajuda para que, o próximo ano tenha mais paz do que no passado - Como diz em uma musica que bem conheço

" De que adianta estar vestido de branco,
E ter no rosto um sorriso amarelo
Se a paz não é um estado de espírito.
Se por dentro há uma grande e interminável guerra.
(...)
Que paz é essa que se arma pra guerra?. "

Nós comemoramos, nós juramos, nós prometemos. Mas será que nos esforçamos de verdade por aquilo que pedimos?
Desejos soltos no mar do nada, uma frustração irreal.

Sorte de hoje

A paciência é a arte da esperança.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Primeiros erros - Capital Inicial

Meu caminho é cada manhã
Não procure saber onde estou
Meu destino não é de ninguém
E eu não deixo os meus passos no chão.
Se você não entende não vê
Se não me vê não entende

Não procure saber onde estou
Se o meu jeito te surpreende.
Se o meu corpo virasse sol
Se a minha mente virasse sol
Mas só chove, chove
Chove, chove

Se um dia eu pudesse ver
Meu passado inteiro
E fizesse parar de chover
Nos primeiros erros
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria sol
Mas só chove, chove
Chove, chove