domingo, 19 de dezembro de 2010

O Vendedor de Passados - José Eduardo Agualusa VI

" Nunca me distingui pela coragem. Talvez por isso sempre fui atraído pelo destino tumultuoso dos heróis e dos rufias. Coleccionei navalhas de ponta e mola. Alardeei, com um orgulho de que hoje me envergonho, nas façanhas de um avô general. Fiz amizade com alguns homens valentes, mas isso, infelizmente, não me ajudou. A coragem não é contagiosa; o medo, sim. Félix sorriu ao compreender que o meu terror era maior, e mais antigo, do que o dele. "

Nenhum comentário: