quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A paixão segundo G.H. - Clarice Lispector XXI

" Mas vejo agora o que na verdade me acontecia: eu tinha tão pouca fé que havia inventado apenas o futuro, eu acreditava tão pouco no que existe que adiava a tualidade para uma promessa e para um futuro. "

Um comentário:

Eu nunca disse adeus.. disse...

Me vi nisso! Interessantíssimo!
;*